26 outubro, 2010

Made in Prada

Esta temporada, a Prada decidiu inovar ao lançar  o projecto "Made In".
O projecto consiste em recrutar artesãos locais para criar roupa e acessórios Prada, segundo técnicas locais, adaptando-as ao conceito de sempre, desenvolvido pela casa mãe em Itália. 

Os locais protagonistas da primeira fase do projeto são Índia, Japão, Peru e Escócia, escolhidos pela grande capacidade manufatureira e artesanal  e familiaridade com matérias-primas especiais.

Na Índia há a tradição bimilenar de bordados, e a Prada escolheu produzir uma coleção de vestidos em laboratórios especializados em Chikan, caracterizada por motivos florais aplicados sobre tecidos leves com fio de algodão. Um tipo de bordado que pode ser realizado somente a mão e cuja técnica requer de 15 a 20 anos de prática.
Made in India é também uma linha de calçados e bolsas em pele, realizada com a técnica também neste caso multissecular de entrelaçados sobre formas de madeira.

O Made in Scotland indica uma excelência que não existe na Itália. A expressão mais evidente e conhecida no mundo do tartan é o kilt, saia "envelope" que a moda ciclicamente repropõe.

Do Made in Peru chega uma coleção de malhas de alpaca, que os Incas chamavam de "ouro dos Andes" e que apenas o imperador e os mais altos dignitários da corte tinham o direito de usar. Uma matéria-prima incrível que não precisa ser tingida porque existem na natureza 22 cores diferentes, e é elaborada pelos camponeses peruanos.

Do Made in Japan, produzidos por Dova (o mais sofisticado produtor de denim em escala mundial), excelência entre as excelências para os amantes dos jeans.

Actualmente, a ideia de uma marca ficar restrita está ultrapassada, e a Prada assumiu isso de uma forma concreta e coerente, demonstrando que a vocação do estilo e das empresas de moda num mundo globalizado é ajudar a superar barreiras não somente geográficas, mas também culturalmente.

 
 
 
 
 

P.S.: Adoro as malas!



1 comentários:

  1. Também adoro as malas, mas as sabrias são qualquer coisa...=)

    ResponderEliminar